A fabricante de armas russa Kalashnikov apresentou, em parceria com a Rostec, uma “mochila antidrones” chamada Zala Zont. O equipamento parece ter saído de um filme que retrata um futuro distópico e deve ser capaz de desorientar completamente drones e outros equipamentos que usem GPS para navegar.

Quando ligada, a mochila da Kalashnikov é capaz de neutralizar transmissões de satélite com foco específico em navegação. Além do tradicional GPS, a Zala Zont também consegue evitar que sinais de outras tecnologias similares sejam captados por drones. Dessa forma, se um deles estive usando alternativas como Galileo, Glonass e BeiDou, ele também ficará desorientado.

Não foi revelado exatamente como essa mochila funciona, mas parece que seu alcance é bastante extenso. Ligada, ela consegue embaralhar os sinais de navegação por satélite dentro de um raio de até 2 km, o que é interessante para operações militares que não querem ser espionadas por drones inimigos.

A mochila pesa cerca de 1 kg, e sua bateria tem autonomia de até 6 horas de uso. Não sabemos como nem quando essa tecnologia pode ser incorporada às forças armadas russas ou de outras nações.