Bateria, por que ficastes para trás?

Os aparelhos Celulares e Smartphones estão cada vez mais modernos e conectados, seja através de um Office Mobile, acessando um site pelo Navegador Móvel ou uma Rede Social.

Para que seja possível toda essa Mobilidade é fundamental uma conexão a Internet por Wi-Fi ou através de conexão da Operadora. Sem contar que com a evolução os processadores estão cada vez ganhando Núcleos, a tela cada vez fica maior e com maior qualidade e resolução.

Adivinhem então quem acaba pagando por toda essa Tecnologia?

Claro que são as Baterias que infelizmente não conseguiram acompanhar toda essa evolução, e deixa na mão cada vez mais usuários de Aparelhos Celulares ou Smartphones. Quem nunca chegou ao final do dia e teve que tomar uma importante decisão: continuar com toda a Mobilidade e Conectividade ou abrir mão de tudo isso para que seja possível fazer ligações ou enviar SMS?

Eu particularmente sofro de um problema e não consigo ficar com a Bateria do meu aparelho abaixo de 50%. A sensação de que posso ficar sem conexão por causa da falta de carga na Bateria, me coloca em pânico (costumo dizer que eu sofro de TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo). Para se ter uma idéia, toda vez que eu ligo a tela do meu aparelho o primeiro item que verifico é como está a situação da Bateria.

Para evitar com que o Aparelho acabe a Bateria antes do dia acabar, eu sigo alguns passos que compartilho com vocês a partir de agora:

  • GPS: Esse magnífico sistema serve para otimizar e aumentar a precisão da localização do Aparelho. É mesmo necessário mantê-lo ligado o tempo todo, uma vez que os Aparelhos mais novos utilizam a triangulação das Torres das Operadoras para ajudar na localização? (Eu digo que não, por isso só ligo o GPS quando realmente preciso de uma localização mais precisa).
  • Conexão 3G: A velocidade de conexão é algo muito importante para qualquer dispositivo que precisa ficar conectado, mas o preço que se paga por isso é alto. O 3G com toda certeza é um grande vilão quando se trata de Bateria e o seu uso faz com que a carga se esgote rapidamente (e dizem que o 4G consome mais ainda). É mesmo necessário deixar o aparelho o tempo todo em uma conexão 3G? Será que não é mais fácil colocá-lo em 2G e ao precisar de mais velocidade alternar para o 3G? (Eu já tentei fazer dessa maneira, mas achei chato ter que ficar alternando entre as velocidades e por isso mantenho o meu Aparelho no 3G).
  • Aplicativos: A maioria dos Aplicativos precisa de uma conexão com a Internet para funcionar e isso reflete diretamente no uso da Bateria. Para evitar isso é necessário controlar quais Aplicativos ficarão conectados, verificando assim a real necessidade. Outra maneira de controlar isso é objetivar ter Aplicativos que utilizem a tecnologia “Push”, pois ao invés do Aparelho ficar buscando atualizações. É o Servidor que avisa toda vez que for necessário conectar a Internet para receber tudo aquilo que for novo. (Eu já tenho como hábito e deixo um mínimo possível de Aplicativos com atualizações imediatas como Facebook e Twitter).
  • E-mail: A cada vez que o Aplicativo de E-mail verifica se existem novas mensagens, lá se vai mais uma grande parte de sua Bateria. Uma maneira de mudar isso é limitando as atualizações para tempos maiores. Se você precisa ficar totalmente conectado, objetive colocar na opção “Push” que isso irá refletir diretamente na sua Bateria. (Eu optei por verificar os meus E-mails de maneira manual).
  • Conexão Wi-Fi: Se onde você estiver existir uma Conexão Wireless ative-a e isso com certeza irão garantir a você algumas horas a mais de mobilidade e conectividade.
  • Processador: Aplicativos que precisa de mais processamento também eleva o uso da Bateria, por isso objetive jogar quando existir alguma tomada por perto. (Eu não curto jogos mais elaborados no Aparelho, pois tenho Consoles de Games que desempenham muito bem esse papel).
  • Tela: As telas estão cada vez maiores e com resoluções de altíssima qualidade, mas não se engane porque tudo isso reflete diretamente na Bateria e isso é facilmente visto no Gerenciador de Energia dos Aparelhos. Uma maneira de tentar minimizar isso é diminuindo o brilho da Tela. (Eu deixo em 50% e já me acostumei com isso).
  • Task Killer: Também são grandes comilões de Bateria e não possuem muita utilidade em Aparelhos com as versões do Android mais recentes, pois o aparelho faz muito bem o controle de aplicativos que estão rodando em “Background”. (Desde o meu Galaxy SII eu já não utilizo Task Killers e não sinto falta nenhuma).
  • Papéis de Parede animados: Que são bonitos e diferentes todos mundo concorda, mas com certeza isso também reflete na Bateria. (Eu curto Wallpapers estáticos mesmo).
  • Widget: Informações na Home são bem vindas, mas ele também colaboram para que a sua Bateria dure menos. (Eu uso alguns Widget como Previsão do Tempo, Controlador de energia, etc. Objetivo usar Widget que não precise de conexão o tempo todo com a Internet).

Outra forma de controlar o consumo da Bateria é utilizar Aplicativos que gerenciam as suas conexões de uma maneira bem prática: deixam o seu Aparelho conectar na Internet em períodos determinados. São exemplos desses Aplicativos: Quick Battery, JuiceDefender, etc.

Eu concordo que abrir mão de facilidades que os Aparelhos nos oferecem é complicado, mas até resolvam evoluir as Baterias, ou abrimos mão desses benefícios ou correremos o risco de chegar ao final do dia com um apagão geral e ficando totalmente desconectados.

E vocês, o que fazem para garantir um dia inteiro de conectividade em seus Aparelhos?

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

AndroidZ
Logo
Enable registration in settings - general