O Root está para o Android assim como o Jaibreak para o iOS

Visando ganhar uma maior “liberdade” em dispositivos que tinham o iOS, foi criada uma ferramenta importante e que lhe permitia fazer algumas ações que eram bloqueadas pela Apple. Esse processo acabou por conquistar vários usuários pelo Mundo que utilizam o Jailbreak até hoje.

O processo de Jailbreak acabou por ser considerado legal nos EUA, pois permiti ao usuário a possibilidade de ter total controle nos seus dispositivos.

No Android o processo não foi diferente, visto no lançamento do sistema operacional havia uma série de limitações como:

  • A Loja de Aplicativos era limitada a algumas regiões do Mundo (o Brasil ficou fora por um tempo);
  • Compartilhamento da Internet pelo dispositivo com Android (Tethering) não era possível;

Para minimizar todas essas limitações foi criado o Root, que nada mais é que dar acesso de “Super User” ao Android, possibilitando total controle e domínio do Sistema Operacional. De lá pra cá esse processo ficou muito mais fácil de ser executado, com ferramentas cada vez mais acessíveis e com diminuição dos riscos. Cada Aparelho possui uma forma específica de acesso Root e as informações de como fazer estão tão acessíveis, que basta você abrir o site de busca do Google (ou Bing) e digitar o seu aparelho juntamente com a palavra Root que irão aparecer várias citações de sites especializados nesse tipo de procedimento, com um passo a passo a ser realizado.

Normalmente quem utiliza o Root são pessoas com um nível de conhecimento e necessidades maiores do que o simples usuário que utiliza o seu Android nas tarefas rotineiras. Podemos até considerar esses usuários como Hard Geek que adoram aprofundar e ter domínio do seu aparelho.

Mas nem tudo a ser “colhido” são flores com o processo Root:

  • Já está mais que comprovado que o acesso Root permiti que o seu aparelho seja mais rapidamente e facilmente invadido (o número de vírus para Android aumenta a cada dia);
  • O processo pode causar instabilidades no seu aparelho ele pode apresentar travamentos e fica reiniciando inesperadamente;
  • O processo de Root pode falhar e você irá precisar reinstalar a Firmware do seu aparelho e se não conseguir, terá que leva-lo para a Assistência Técnica e desembolsar uma “graninha”;
  • O Root faz com que o seu aparelho perca a Garantia junto ao Fabricante.

Eu particularmente não sou adepto do Root e não tenho interesse em fazê-lo, uma vez que a situação atual do meu aparelho me atende e também não me considero um Hard Geek que vira e mexe acaba por alterar alguma coisa em seu sistema.

Agradeço a todos as dicas de possíveis assuntos a serem abordados no Texto de hoje, e em especial o @JhonnyNS que solicitou a abordagem relativa ao Root. Os demais assuntos sugeridos serão abordados nos próximos textos.

Não esqueçam de comentar o texto de hoje deixando as suas opiniões e se o seu aparelho possui Root ou não, e também porque você o fez.

Uma ótima semana a todos e até a semana que vem.

4 Comentários

Deixe uma Comentário

AndroidZ
Logo
Enable registration in settings - general